Dicas para voos longos com bebês

Nossa viagem de fim de ano para o Brasil durou mais tempo que o previsto e só foi possível passar por tudo o que passamos de uma forma mais tranquila porque eu tenho algumas manias e táticas quando se trata de viajar com a Giovanna. Esse post é pra dividir tudo isso com vocês, pois pode ajudar caso algum dia o seu voo tenha um grande atraso e você precise de recursos extras para o seu bebê – seja para distraí-lo, seja para proporcionar o mínimo de conforto e bem-estar pra ele. Na verdade, são dicas que podem ajudar até mesmo em um voo de tempo normal.

Independente de pensar no atraso do voo, eu sou EXAGERADA na hora de montar a mala de mão. E dessa vez, parecia até que eu estava advinhando, pois coloquei um item que não tenho hábito de colocar: toalha de banho. Foi a salvação para poder dar um banho na Giovanna no Aeroporto de Lisboa.

Mas como eu consegui dar um banho na Giovanna em pleno aeroporto?

Bem, para isso, tivemos que pagar o acesso à area VIP do aeroporto de Lisboa. E mais uma vez eu tive sorte em ter colocado um outro item na bagagem de mão. Como estávamos a caminho do Brasil e lá estava calor, coloquei um par de havainas da Giovanna na mala pensando em ser a alternativa de calçado pra quando chegássemos ao Brasil e ela se cansasse do tênis. Que sorte que pensei nisso. O banheiro do lounge do aeroporto não tem banheiras para bebês. Giovanna nunca tinha tomado banho em pé e estreamos a modalidade no aeroporto. Com as havaianinhas, foi sucesso!

Ah! Um detalhe: além de pagar pelo acesso à area VIP, em Lisboa, pelo menos, paga-se também pelo empréstimo de uma toalha. Então ter a toalha da Giovanna na mala nos fez economizar outros 15 euros (preço do aluguel das toalhas que pagamos para nós. Por pessoa!).

Pagar o acesso ao lounge acaba sendo uma alternativa para ter uma espera um pouco mais confortável. Infelizmente, a companhia aérea com a qual viajávamos não nos deu esse conforto e tivemos que apelar para isso. Pagamos 25 euros por pessoa (bebês de colo não pagam).

Como disse, a mala de mão que preparei para essa viagem foi o que salvou nos momentos de sufoco. Outros itens que fizeram a diferença foram:

  • Fraldas extras: nunca leve a quantidade exata de fraldas que seu bebê usa no dia, por exemplo. Imprevistos SEMPRE podem acontecer. Eu exagerada que sou, sempre levo o dobro. Por exemplo, se calculo que a Giovanna vai precisar de 10 fraldas durante o período de viagem, levo 20. E como ficamos muito tempo de castigo em aeroportos, usei TODAS. Então vale exagerar na quantidade de fraldas pra não passar aperto.
  • Brinquedos: sempre leve uns dois ou três brinquedinhos diferentes e que possam distrair a criança em diferentes momentos. Uma boa tática é um brinquedo novo, pois novidades sempre chamam a atenção. Outra dica que peguei com uma amiga é de esconder um brinquedo que a criança goste muito por alguns dias antes de viajar. Vai ser uma festa quando ela tiver o brinquedo de volta durante a viagem. Mas tenha sempre em mente de levar aquilo que você sabe que seu filho gosta. E, se possível, evitar brinquedos muito barulhentos. Aqueles que tocam música alta podem ser um tanto quanto inconvenientes até pra você, imagine para os passageiros em volta…
  • Itens de Higiene: é sempre bom levar um sabonetinho na mala de mão, além dos milagrosos lencinhos umedecidos. O sabonete eu levo líquido, em miniatura, que serve pra cabelo e corpo. Foi um item que salvou a hora do banho.
  • Trocas de roupa extras: se levar fraldas extras é bom, trocas de roupa também se tornam essenciais. Eu sempre procuro levar um pijaminha ou macacão leve e quentinho para o voo longo, que é pra ela dormir o mais confortável possível (sono tranquilo = voo tranquilo). Considere a temperatura do destino e tenha roupas extras para a chegada. E de novo, vale colocar umas trocas a mais que a sua conta. Eu costumo colocar umas 6 trocas diferentes. É que a minha conta é a seguinte: 3 trocas de roupa por dia quando a gente viaja. Como o trajeto dura mais ou menos um dia, dobro a quantidade para o caso de imprevistos. Uma mãe prevenida vale por duas. 😉
  • Cobertor e travesseiro: pronto, a Fernanda tá achando que mala de mão é o quê? Bolsa mágica que cabe a casa inteira dentro? Desculpem, pessoal, mas desses itens não abro mão, mesmo sob o olhar de reprimenda do marido. E vou dizer, nesse fatídico voo para o Brasil, eles fizeram a diferença, pois foi assim que a Giovanna pôde dormir um pouco no sofá do aeroporto: com o travesseiro que normalmente uso para deixá-la mais confortável durante o voo e com a cobertinha que carrego por não querer que ela use o cobertor do avião, que nem sempre é dos mais limpinhos, convenhamos. Então minha frescura ajudou a proporcionar um mínimo conforto em pleno aeroporto durante nossas 13 horas de espera em Lisboa. Levo mesmo e recomendo.
  • Lanchinhos e snacks: Giovanna já está numa fase que come de tudo e sempre pede o que estamos comendo. Mesmo assim, é sempre bom ter aquilo que ela gosta de comer. Levo biscoitinhos, bolachinhas e os queridinhos aqui de casa: Sachês de frutas e de iogurte. Ela ama e eles são muito práticos pra quando estamos em viagem.
  • Santo IPad: os pais que não são a favor dos eletrônicos para bebês que me desculpem, mas o Ipad é sempre um santo aliado. Baixamos alguns joguinhos e vídeos que ela gosta e sempre que a coisa aperta, apelamos pra ele. Normalmente funciona. Vale até comprar alguns Apps pra garantir a tranquilidade na ausência da internet (vou indicar alguns aqui embaixo, nas fotos. Giovanna ama e são bem educativos, o que deixa ainda melhor).
Apps infantis

Alguns apps que uso com a Giovanna. Os três primeiros são os joguinhos que mencionei acima.

Sachês

Esses são os sachês de fruta e de iogurte, super práticos pra viagem.

Bem, essas dicas foram bem específicas devido ao nosso voo para o Brasil no final de 2016 (se você não leu, clique aqui para saber sobre a nossa experiência nada azul ou veja o vídeo no youtube).

Para outras dicas para viagens de avião com seu bebê, veja esse post aqui.

Voilà e até a próxima viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *